segunda-feira, maio 23, 2011

id="mp3player" width="200.3" height="196.9" align="center" >











domingo, maio 22, 2011



Sintra(comboios-estação)


Paulo Gama(citações)

"Acorda Portugal,chegou a hora pela qual tanto lutaste e nunca em vão...que a noite transformou-se num clarão,e o sol de Abril está mais quente agora.Acorda Portugal,porque a demora foi longa,uma longa escuridão que não logrou cegar,porque a razão...é sempre encandescente e duradora.Acorda Portugal,tens homens bravos que fazem revoluções erguendo cravos(a bala mata e morte é crueldade).Acorda Portugal,gritou o povo ao ver nascer,enfim,um País novo,num berço de esperança e liberdade."

Zeferino André

domingo, maio 15, 2011



MAYRA ANDRADE



3 de JUNHO



COLISEU DE LISBOA
Paulo Gama(citações)
"Orgulhamo-nos de saber cortejar,mas é tremenda a rivalidade que encontramos em todo o reino animal.Quantos homens são capazes de executar uma dança nupcial que até mesmo um carangueijo sabe?Não seria estimulante se o fizéssemos e da forma tão complicada quanto o são as paradas nupciais e as posturas tomadas por dezenas de aves,ou como as danças malucas das garças?A julgar pela percentagem de divórcios,essa maneira de cortejar seria,pelo menos,tão fidedigna como aquelas actualmente em uso!"
New York Times

domingo, maio 01, 2011





Paulo Gama(Poesias)

Mae

Com parto difícil ou não

quase sempre escondido o momento

estas mulheres têm o condão

de pôr no mundo movimento

Qualquer ternura aparece

nascem sentimentos preciosos

e o que é amado não se esquece

entre minutos bons ou dolorosos

Fica uma família em diante

Esperanças à luz do dia

e é um desafio constante

ter tristeza ou alegria

Ser mãe é uma competência

Ser filho é um poço de dever

não pode existir negligência

entre o que estive a dizer