sexta-feira, janeiro 29, 2010



quinta-feira, janeiro 28, 2010






Paulo Gama(poesias)
A MANCHA VERDE
Tenho uma mancha verde na frente
verde em leque diferente
as árvores tocam-me a mente
têm cheiro a doce quente
Lá longe existe gente
que esta cor não mente
O barulho das aves é estridente
quem está aqui,preguiça sente
É bonito o ambiente
A paz encontra-se presente
que melancolia se sente
que bem-estar evidente
Estou animado perentoriamente
Estou entorpecido pela mancha mas contente

quarta-feira, janeiro 06, 2010


Paulo Gama(Poesias)

VIAJANTE
São os carris que me levam,e os fios da electricidade,toda paisagem relevam,vou em boa velocidade.Ando sempre em viagem,longe de onde vou dormir,quase não tenho paragem,porque o meu destino é ir.Depressa hei-de chegar,nem que seja em pensamento,até á proxima gare,distante neste momento.Respiro numa carruagem,juntamente com alguém,todos estão de passagem,não conheço ninguém.Tenho um passe social,com a duração de um mês,investi o capital,para o ir buscar outra vez.Quando as portas se abrem,logo se fecham-já vi,ás vezes as pessoas mal cabem,mas hoje há lugares vagos aqui.Sinto-me embalado pela turpidação,o banco bem podia ser sofá,será uma divagação,pensar porque estou cá?Já estou quase onde queria,entre minutos tudo passou,a minha ansia ganhou harmonia,a viagem acabou!

sábado, janeiro 02, 2010


Paulo Gama(comentários)

Bom ano 2010!

Mais um ano a começar!Desde já agradeço a todos que me apoiam e ouvem a minha música.
Muitas esperanças tenho,no país em que vivo e no mundo em geral.O avanço do tempo para mim é encarado com alegria,e sei que só com os erros que ficaram para trás,se evolui no sentido positivo.E porque o corropio das festas agora se acalma,devemos então reflectir o que podemos fazer por um planeta melhor.
Vou continuar a trabalhar nas minhas composiçoes musicais.Tenho a preocupação que ainda não produzi a obra que quero.
Bom ano 2010!
PAULO GAMA